Vereadores aprovam abertura de crédito ao Executivo e recebem diretor de Habitação para esclarecimentos de doação de terrenos

Na Sessão Ordinária da última segunda-feira 30, os vereadores interrogaram o coordenador de Habilitação do Município, Paulo Cesar, de questões polêmicas que envolvem o Setor: terrenos sendo cedidos sem o consentimento dos vereadores e construção de casas populares pela Agehab em terreno em trânsito judicial.

O coordenador habitacional, disse que uma propriedade do Município que poderá ser dividida em 11 terrenos de aproximadamente 40 metros quadrados cada, está em análise para projeto de lei para ser encaminhado ao Legislativo para ser destinado para pessoas em situação de vulnerabilidade social. Gradativamente os moradores do Conjunto Habitacional Raimundo de Carvalho estão sendo ouvidos pela Defensoria Pública para um consenso entre Município, Estado e os moradores com o proprietário, sendo o objetivo de ressarcir.

O presidente da Casa de Leis, Paulo Lourenço PV, ressaltou da importância da presença do gestor Habitacional, sendo uma oportunidade em esclarecer aos rumores dos terrenos sem os procedimentos devidos e aval da Câmara, por outro lado o coordenador de Habitação, lembrou de que em todas as vezes que esteve na Câmara foi muita respeitosa a cordialidade dos membros da Casa.

Na sessão foi concedido pelos vereadores abertura de crédito suplementar na ordem de 5% ao Executivo que inicialmente reeivindicava 7%.

As sessões podem ser acompanhadas ao vivo todas as segundas-feiras às 19h pela página da Câmara no Facebook e site: www.camaramundonovo.ms.gov.br.